David Muffato usa restritor em Goiânia

David Muffato Terceiro colocado na classificação geral da Fórmula Truck, esta será a primeira vez que David Muffato usará o restritor de potência no seu MAN. Desde os treinos de sexta-feira, quando serão abertos os trabalhos desta quarta etapa da temporada da Fórmula Truck, marcada para domingo às 13 horas no Autódromo de Goiânia, o experiente piloto sentirá a diferença de potência ao utilizar o restritor de 78 milímetros, que leva o motor do seu caminhão a perder algo em torno de 30 cavalos. Mas Muffato quer mais – o líder usa o de 74 mm e o segundo colocado de 76 milímetros -, pois ele sonha em marcar importantes pontos na veloz pista da capital de Goiás e subir na tabela de classificação.

David Muffato aponta etapa positiva na F-Truck, apesar da perda da vitória

Caminhão de David Muffato A conquista da primeira pole position, no sábado (14), tornou maiores as expectativas de David Muffato quanto à chance de vencer pela primeira vez uma etapa do Campeonato Brasileiro de Fórmula Truck. Largando em primeiro, o piloto paranaense da RM Competições liderou maior parte da terceira etapa. O estouro de um retentor, contudo, impediu-o de comemorar o resultado inédito na corrida de domingo (15) no Autódromo Internacional de Campo Grande.

Giaffone lidera, Muffato em 3º e Débora na 4º colocação do campeonato de F-Truck

Felipe Giaffone Felipe Giaffone não conseguiu terminar a corrida disputada no último domingo no Autódromo de Campo Grande, mas, ainda assim se manteve na liderança da Fórmula Truck. No entanto, ele viu a diferença para o vice-líder, Diogo Pachenki, cair de 23 para dez pontos. Agora ele tem 129 contra 119 de Pachenki Como em cada etapa estão em disputa 53 pontos, a vantagem de Giaffone não é tão grande assim.

Débora Rodrigues conquista pódio em Campo Grande (MS)

Débora RodriguesNa etapa anterior da F-Truck, Curitiba-PR, Débora já teve a oportunidade de subir ao pódio, chance perdida com a quebra na última volta. Porém hoje em Campo Grande a piloto RM Competições brigou até o final e conquistou a quarta colocação numa das provas mais desgastantes para os equipamentos no campeonato. Muffato, Giaffone e Marques foram os melhores na primeira parte da corrida.